Siga estas dicas e conselhos para desfrutar da época natalícia sem gastar em excesso.

  1. Faça um orçamento de todas as despesas - excluindo para já os presentes – desde jantares de Natal, à ceia da consoada, possíveis deslocações, decorações, etc;
  2. Depois faça uma lista das pessoas a quem quer oferecer presentes e, com base no seu limite de gastos total (excluindo o que vai precisar de gastar com as despesas que somou acima), estabeleça o valor total que quer gastar com presentes;
  3. Com base no que quer/pode gastar em presentes determine um valor máximo por pessoa;
  4. Para poupar nas compras quanto mais cedo começar, melhor, pois tem mais escolha nas lojas e evitará o stress de andar de loja em loja nas vésperas de Natal à procura de algo que, à falta de escolha, pode acabar por sair bem mais caro do que estava à espera.
  5. Antes de ir às lojas ou de encomendar online, pesquise e compare preços, veja as promoções e vales de desconto.  Assim garante que gasta menos e menos tempo pois já sabe onde encontrar o que procura;
  6. Para gastar menos e dar presentes mais personalizados e atenciosos faça as lembranças – biscoitos, compotas, camisolas, molduras, fotomontagens, vídeos com as melhores fotografias da pessoa a quem oferece, ou então ofereça vales-presente em que pode dar desde babysitting, a passeios, bolos, receitas, jantares, etc.
  7. Ponha em prática a regra dos 5Rs: Reduza: o consumo  e logo a quantidade de resíduos produzidos; Reutilize: materiais, por exemplo, aproveite todo o papel, etiquetas, laços e fitas deste ano serem reutilizados no próximo ano; Recupere: arranje por exemplo as luzes de Natal do ano passado se já não funcionarem bem;  Renove: use antigos postais de Natal para enviar novos ou para criar enfeites ou etiquetas de Natal originais; e Recicle: ofereça presentes criados por si com materiais reciclados, por exemplo, use antigos frascos para criar mealheiros de vidro que pode decorar e oferecer às crianças da família;
  8. Seja criativo também na decoração da árvore de natal: em vez de comprar enfeites de Natal novos todos os anos, alterne entre as decorações que já tem, escolhendo uma cor num ano e outra no ano seguinte. Assim, parecerá que todos os anos tem uma nova decoração. Não só estará a proteger o meio ambiente, evitando o gasto de plástico desnecessário, como a poupar mais dinheiro;
  9. Eleja o amigo secreto. Permite que cada pessoa tenha apenas de comprar um presente. Primeiro é feito um sorteio e cada membro da família/grupo fica encarregado de oferecer um presente apenas a uma pessoa, mas sempre em segredo! O sorteio pode ser feito "à moda antiga" com recurso a papelinhos ou então online, através de plataformas que já existem para este efeito. E para tornar este jogo ainda mais económico podem optar por estabelecer um limite máximo para o valor do presente;
  10. Organize os jantares de Natal em casa – em vez de ir a um restaurante - Opte por fazer uma refeição partilhada em que cada convidado é encarregado de levar um prato ou um ingrediente para fazerem uma refeição caseira, mas divertida!

Nesta época especial, o que realmente queremos é que não se esqueça de desfrutar do verdadeiro espírito do Natal, que é o de demonstrar o afeto pelos que nos rodeiam.

Um artigo de Susana Albuquerque, Coordenadora de Educação Financeira na ASFAC e especialista em Gestão de Finanças Pessoais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.