Além das coisas mais óbvias, como fazer compras na Kolapartid, uma espécie de feira da ladra que tem habitualmente lugar ao fim de semana, visitar a ilha de Videy na costa de Reiquejavique, na Islândia, conhecida pela sua paisagem deslumbrante e pela obra de arte da artista Yoko Ono, viúva de John Lennon, um dos fundadores do grupo britânico The Beatles, a (já) famosa Imagine Peace Tower, é outra atividade a incluir no roteiro.

Passear pelo colorido porto antigo da cidade e partir dali para a observação de baleias no mar frio do país também faz parte das coisas que deve adicionar à sua lista. Naquela que é a capital mais setentrional do mundo e também uma das mais pequenas do mundo, localizada já muito perto do círculo polar ártico, há, todavia, pelo menos, 10 sítios a (descobr)ir. Durante a sua próxima viagem do país, estes não podem, de todo, ficar de fora.

1. Praia de Nauthólsvík

Experimentar as várias piscinas geotermais da cidade, conhecidas pela suas águas quentes e convidativas, é algo que não pode deixar de fazer. Os islandeses dizem que fazem bem ao corpo e à mente. Também vale a pena ir à praia da cidade, a Nauthólsvík, que também tem água aquecida através de energia geotermal.

2. Harpa

É a sala de concertos da cidade e, só pela arquitetura, vale a pena a visita ou não estivesse em causa um edifício premiado várias vezes. Nos meses de verão, há espetáculos, praticamente todos os dias, que mostram a cultura musical do país mas, fora desse período, a programação também tende a ser extensa.

3. Kol

É um restaurante de fine dining bastante casual e o seu nome deriva do forno a carvão, onde são cozinhados alguns pratos.  É o local ideal para provar os mariscos e peixes da Islândia, além disso tem vários pratos vegan e vegetarianos, como um bife feito de nozes. Há menus de degustação a partir de 50 €.

4. Kaffi Vinyl

É um café e uma loja de discos, onde não faltam música ao vivo e atuações de disco-jóqueis. A decoração é retro e é conhecido por ter sido o primeiro local totalmente vegan na cidade. Prove a lasanha e os bolos deliciosos. Um café expresso neste estabelecimento de decoração de Reiquejavique custa cerca 2,5 €.

5. Sun Voyager

Visitar o Sun Voyager, uma escultura de ferro que lembra um barco víquingue e que tem vista para o oceano e para o monte Esja, é outra das coisas incontornáveis a fazer em Reiquejavique.

10 sítios a (descobr)ir quando visitar Reiquejavique

Esta escultura do artista plástico islandês Jón Gunnar Árnason, uma ode ao mar que circunda a ilha, foi a vencedora de um concurso de ideias promovido em 1986 para comemorar os 200 anos da cidade.

6. Hallgrímskirkja

É uma igreja e ostenta o título de edifício mais emblemático da capital islandesa. Pode ser visto em quase toda a cidade devido os seus 74,5 metros de altura e do alto da sua torre encontrará a melhor vista para Reiquejavique. O bilhete para subir à torre custa menos de 20 €.

7. Grótta

É o local ideal, às portas da cidade, para ver o sol da meia-noite nos meses de verão e aurola boreal no inverno. Tem um farol, o mar ao lado e vista para as montanhas. É casa de inúmeras aves e um dos ex-libris de Reiquejavique.

8. Slippbarin

Foi o primeiro bar da cidade a especializar-se em coqueteles, corria o ano de 2012. Os menus dos cocktails, com preços a partir de 6 €, estão sempre a mudar e os barmans não têm medo de experimentar novos sabores. Ao fim de semana, vale a pena experimentar o brunch, um dos mais populares de Reiquejavique.

9. Galeria Nacional da Islândia

Não tem exposições permanentes, as mostras estão sempre a rodar. Hrafnhildur Arnardóttir, uma artista islandesa que vive em Nova Iorque, nos EUA, conhecida pelas esculturas,  instalações e murais que desenvolve, sempre com muito humor à mistura, é uma das muitas que já lá expuseram trabalhos. Muitos artistas internacionais também já lá expuseram obras.

10. Koga Ceramic Studio

Desconhecido de muitos, este estúdio é obrigatório para quem gosta de cerâmica. As peças únicas que exibe e que comercializa são da autoria do artista Kogga e do pintor Magnus Kjartansson, dois nomes que importa conhecer durante uma viagem a Reiquejavique, uma pequena cidade com ruas, ruelas e parques urbanos que convidam a passeios tranquilos e relaxantes, tal como muitos dos montes e vales que a rodeiam.

10 sítios a (descobr)ir quando visitar Reiquejavique

Texto: Rita Caetano e Luis Batista Gonçalves (edição digital)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.