Em 1987 Ann Wood e Dean Lucker formaram uma pareceria artística que, volvidos mais de 30 anos se mantém. Os dois norte-americanos trabalham a partir do seu estúdio em Minneapolis tendo como principais matérias-primas, para os seus trabalhos, a madeira e o papel.

É precisamente com pasta de papel que Ann cria as suas obras, minuciosamente inspiradas na botânica, em particular na flora e nos vegetais consumidos na América rural que procura representar.

Uma abordagem artística que, partindo da moldagem do papel, assenta o realismo no recurso a diversos meios de pintura, dos acrílicos, aos lápis de grafite e à aguarela.

De acordo com a artista que já recebeu diversas bolsas de apoio ao trabalho de criadores, “o desafio neste trabalho está no modo como partindo de materiais comuns se traduz a formas e as texturas dos elementos naturais”.

Penas de aves, insetos e instalações com elementos botânicos estão, ainda, entre as diferentes abordagens de Ann Wood.

Um trabalho que pode ser acompanhado na página na Internet da dupla de criadores.