A árvore que até há um mês detinha o recorde do Guinness por ser a maior árvore de Natal flutuante do mundo iluminou, esta noite, o Rio de Janeiro, pelo 20.º ano consecutivo, com apenas 53 metros de altura.

A inauguração da tradicional árvore de Natal, montada sobre a lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, foi adiada devido aos fortes ventos registados em novembro que, aliás, destruíram parte da infraestrutura que já se tornou um dos símbolos da cidade.

A árvore flutuante ficou menor, passando do recorde de 85 metros de altura para apenas 53.

Sob o tema “o Natal da Renovação”, a estrutura, de 350 toneladas, equipada com 2,5 milhões de micro lâmpadas, foi inaugurada com um espectáculo de fogo-de-artifício, de mais de meia hora, que atraiu milhares de pessoas que o contemplaram a partir de diferentes locais protegidas da chuva.

A Lagoa Rodrigo de Freitas localiza-se numa área nobre do Rio de Janeiro e as suas margens estão próximas de alguns dos bairros emblemáticos da cidade, como Ipanema, Jardim Botânico e Gávea.

A árvore vai estar iluminada todas as noites até ao dia de Reis, 06 de janeiro.