“Pip & Pop”, é assim que a artista australiana Tanya Schultz batiza as instalações em grande formato que apresenta publicamente. Nestas peças imersivas, a criadora recorre à utilização de dezenas de quilos de açúcar em pó com corantes alimentares, marshmallows, gomas, entre uma miríade de matérias com uma característica em comum, a de apresentarem cores intensas.

A autora cria peças colaborativas, unindo diferentes artes, da pintura, à decoração, instalação e escultura. Os trabalhos da criadora australiana são regularmente apresentados em museus, galerias de arte privadas e, inclusivamente, em eventos de moda, neste caso como peças centrais na decoração dos espaços.

Obras efémeras onde a artista expressa o seu mundo onírico. Tanya não pretende uma representação da realidade, antes corporizar a sua conceção de paraísos, materialização de contos populares, mitologia e mesmo do imaginário que verte do cinema.

A ideia para estas grandes instalações gulosas nasceu em 2007 quando Tanya Schultz se juntou à colega Nicole Andrijevic. Uma colaboração que durou até 2011, altura em que a australiana seguiu o seu caminho a só, embora com parcerias pontuais com outros artistas de diferentes pontos do globo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.