O livro “In Her Kitchen” que também é um documento antropológico, sustentado em imagens e textos, parte de uma promessa que o fotógrafo Toscano, Gabriele  Galimberti deixou à sua avó, antes de pegar na mochila e no equipamento fotográfico para uma viagem mundo fora.

O transalpino garantiu que em todos os países que visitasse, entraria numa casa de avó, lhe pediria para cozinha como se ele fosse seu neto. Assim de cumpriu e, as avós de mais de 50 países, da Bolívia às Ilhas Caimão, da Tailândia às Honduras, à Índia e ao Alasca, nos Estados Unidos da América.

Um mundo alimentar estranho para a avó Marisa, italiana de gema nascida na Toscana e habituada aos produtos mediterrânicos. Como levar ao tacho iguana, ou mesmo carne de alce e, mais estranho, lagartas em molho?

Gabriele Galimberti percebeu, independentemente da latitude visitada que a preocupação intrínseca da sua avó era idêntica à de todas as outras avós. Todas elas se mostraram compreensivas face à história e argumento apresentados pelo italiano Galimberti, para lhes visitar a cozinha, vê-las a cozinhar e fotografá-las.

O produto do livro é cozinha de amor, caseira, independentemente dos contextos geográficos, sociais e económicos. Um trabalho de memórias para o próprio autor que recorda as refeições em casa dos avós, a época das vindimas, a matança do pato, a produção e colheita dos vegetais, frutos e hortícolas.

Gabriele nasceu em 1977 e trabalha em projetos de fotografia documental, vertendo muito do produto dessa atividade em livros, como “In Her Kitchen”, “My Couch Is Your Couch” e “The Heavens”.

O trabalho de Gabriele consiste principalmente em contar as histórias em imagem e depoimento de pessoas em todo o mundo.

O fotógrafo transalpino colabora regularmente com revistas e jornais internacionais como a National Geographic, The Sunday Times, Geo, Le Monde e Marie Claire.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.