Há mais uma polémica a ensombrar a vida de Boris Johnson. A jornalista Charlotte Edwardes, colunista do The Sunday Times, acusa o primeiro-ministro do Reino Unido de assédio sexual durante um almoço em 1999, na redação da revista conservadora The Spectactor, numa altura em que o agora político era diretor da publicação. "Pôs-me as mãos dentro da saia e tocou-me nas coxas por debaixo da mesa", acusa agora a britânica.

"Essa alegação não é verdadeira", reagiu, de imediato, nas redes sociais James Slack, porta-voz do governante de 55 anos. "Se o primeiro-ministro não se recorda desse incidente, então está claro que eu tenho memória melhor do que ele", assegura Charlotte Edwardes, garantindo que não foi a única a queixar-se dos avanços de Boris Johnson naquele almoço. "Ele fez-me exatamente o mesmo", terá admitido outra mulher à jornalista pouco depois.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.