Todos os dias, um número superior a cinco milhões de nova-iorquinos e visitantes percorrem as mais de 460 estações do vasto sistema de transporte que é o metropolitano da Big Apple. Também todos os dias, centenas de milhares de bilhetes de viagem descartáveis são deixados no lixo e na reciclagem depois de uma utilização.

Nem todos os bilhetes, porém, têm como destino final o esquecimento. Anualmente, uma mostra, a Single Fare, faz exposição daquilo que é a arte, em poucos centímetros quadrados, criada por centenas de artistas plásticos, profissionais e amadores.

Nas paredes da Single Fare são expostos milhares de bilhetes de viagem de metropolitano. Em todos, uma das faces foi utilizada como suporte para pintura, alguns mesmo aproveitados como pequenas esculturas.

Condição para participar neste certame, a utilização exclusiva do mesmo suporte. A partir daqui dita a imaginação e competência artística de cada participante, seja na representação de retrato, paisagem, mundo animal, tecnologia, natureza-morta, uma infinidade de temas.

Dadas as características do bilhete, com brilho, muitos criadores cobrem-no com gesso, tintas acrílicas, promovendo um melhor suporte para a pintura. Como traço identificativo do cartão, o orifício num dos cantos e que simboliza a utilização do bilhete.

Arte que pode ser acompanhada na página do Instragram criada pela Single Fare.

.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.