Nasceu em Finale Emilia, em Itália, em 1986. É fotógrafo de viagens profissional, passa a vida a correr mundo e, se o atual surto de COVID-19 não lhe trocar as voltas, conta estar na Índia em julho e na Mongólia em agosto. Mas, agora, é por uma fotografia tirada na Etiópia que está a ser falado. Alessandro Bergamini, que em 2015 foi agraciado com um prémio pela revista National Geographic, fotografou uma mãe a amamentar o filho no Vale do Omo, no sul da Etiópia.

"O amor" foi o nome que lheu na legenda da publicação que fez, ontem, no Instagram. Na área de comentários, os elogios sucedem-se. "Esta imagem diz tanto", elogia Vania Caetano. "Tanto amor e tanta humanidade", aplaude também Margarita Borsella. "Foram as tuas fotografias que me levaram a interessar pela fotografia", admite o fotógrafo Gabriele Pedemonte. Em meados de fevereiro, 30 outros fotógrafos retrataram o amor num concurso internacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.