A maioria dos pais com filhos até aos cinco anos costuma passar muito tempo nos parques infantis. São lugares que os miúdos adoram e que também são cómodos para os progenitores, que podem sentar-se a ler ou conversar enquanto os mais pequenos correm e divertem-se. Mas mais do que sítios divertidos, os parques infantis ajudam as crianças a desenvolver competências. O El Mundo enumera cinco atividades dos parques que contribuem para o desenvolvimento infantil:

1. Baloiço

Ajuda no equilíbrio e ensina-lhes a posicionar o corpo no espaço. Trabalha as habilidades motoras finas (agarrar a corrente) e as habilidades motoras grossas (mover os pés para se elevar) e aperfeiçoa a coordenação (fazer tudo ao mesmo tempo). Mais: o ato de balançar ajuda o cérebro a processar a velocidade e o sentido, o que é benéfico para as crianças, sobretudo as que têm problemas de perceção visual

2. Escalada

Potencia o desenvolvimento das crianças da mesma forma que trepar às árvores. Porquê? Porque para trepar o seu filho necessita de ter a noção das partes do seu corpo e saber o que pode fazer com elas. Trepar ajuda-o a perceber direções (acima, abaixo, esquerda e direita) e a resolver problemas e prever resultados, já que tem de perguntar-se onde vai pôr o pé a seguir ou como vai descer.

3. Brincar em estruturas elevadas

É o caso das barras, por exemplo, que ajudam a criança a desenvolver várias habilidades motoras – executa movimentos pequenos, como agarrar a barra, e movimentos grandes, como baloiçar-se de uma barra para a outra. Este tipo de oscilações é excelente para crianças com problemas de planificação motora. Aprender a mover primeiro uma mão e a seguir a outra, de barra em barra, promove a coordenação e equilíbrio.

4. Brincar livremente

Este tipo de brincadeira ajuda-os a aperfeiçoar a comunicação com as outras crianças e a praticar conversação e vocabulário. Os parques promovem a aprendizagem e o respeito pelas regras, a partilha de brinquedos e a necessidade de fazer intervalos enquanto aguardam a sua vez de brincar.

5. Jogos com bola

Jogos como o futebol e o “mata”, entre outros, potenciam o desenvolvimento infantil. Com eles, as crianças aprendem a manipular a bola, a lançá-la ou a dar-lhe pontapés. Praticam a coordenação das atividades motoras e, enquanto desenvolvem estratégias como, por exemplo, saber para onde lançar a bola ou para onde correr, estão a trabalhar o pensamento crítico e a resolução de problemas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.