A venda do vestido cor de marfim que Marilyn Monroe usou no filme ‘O pecado mora ao lado’, em 1955, foi leiloado este sábado e o seu comprador pagou 5,6 milhões de dólares

Este vestido é considerado um dos mais famosos da história do cinema, já que fica na memória de todos a tentativa que Marilyn faz para segurar o vestido enquanto as suas pernas se deixam ver.

No momento em que a fotografia foi tirada, a actriz estava no respiradouro do metro de Nova Iorque e o vento fez subir a sua saia. Até à data, o vestido fazia parte da colecção da actriz Debbie Reynolds, de ‘Serenata à Chuva’, que já os juntava há mais de 40 anos.

O objectivo de Reynolds era conseguir juntar tudo num museu e depois de ter visto vários objectos serem leiloados teve um ataque de choro. A actriz já tinha na sua colecção o toucado usado por Elizabeth Taylor em “Cleópatra”, o chapéu de coco de Charlie Chaplin e a guitarra com que Julie Andrews tocou em ‘Música do Coração’.

No seu total, o leilão integrava 3500 vestidos, 20.000 fotografias, cartazes e objectos relacionados com a indústria discográfica. Numa primeira fase, a leiloeira Profiles in History estava à espera que a licitação ao vestido de Marilyn chegasse aos 2 milhões de dólares, mas o valor alcançado foi realmente superior. A venda foi feita por um comprador via telefone.

22 de Junho de 2011