O South African Fashion Week (SAFW) teve lugar num dos mais prestigiados centros comerciais de África, Sandton City, em Joanesburgo, num novo espaço do centro comercial, no último andar, um evento que contou com a presença de empresários, imprensa, figuras públicas, estilistas e modelos, tendo sido abrilhantado por estilistas sul-africanos de renome, e por Shaazia Adam, de nacionalidade Moçambicana, que brilhou com a sua mais recente colecção no país vizinho.

´Liberation´ é uma colecção que foi criada a pensar nas mulheres que ousam ser livres, independentes e com estilo próprio, nela está patente a sofisticação e elegância, características estas que fizeram com que, a fashion designer levasse consigo além-fronteiras, a representar o seu país de origem, mostrando assim, que em Moçambique, também existem bons talentos.

A colecção foi bastante aplaudida no South Africa Fashion Week, pois Shaazia Adam, usou a sua criatividade e imaginação, tendo criado peças tão únicas e sofisticadas, e o resultado esteve visível aos olhos de quem esteve presente para testemunhar esse momento, tão impar, porém com imenso glamour.

Nesse âmbito, Shaazia Adam, teve também oportunidade de participar no SAFW Trade Show, um evento vocacionado para estilistas que têm como objectivo comercializar suas marcas noutros mercados. Trata-se de um evento que é anualmente organizado pelo South Africa Fashion Week, concebido para ser um local de comércio próximo, ou seja, para optimizar o poder de compra dos consumidores e participação dos proprietários das lojas. Os organizadores do evento acreditam que estes eventos são a forma mais eficaz para os designers aumentarem a notoriedade de suas marcas junto dos retalhistas. Tem sido parte integrante da visão dos organizadores do evento, construir um evento comercial que ofereça melhores oportunidades “business-to-business” para a indústria de moda.

“Desde que iniciei a minha carreira que, tracei alguns objectivos, e vou concretizando passo a passo, alguns consegui realizar ao longo destes 11 anos de carreira, como abrir o meu próprio espaço e ter o meu negócio, e consequentemente, empregar pessoas, o que me faz sentir de facto realizada, pois acredito que desta forma estou também a contribuir para o desenvolvimento económico e social do meu país", afirmou.

A estilista falou ainda das vantagens de ter ido apresentar seus trabalhos naquele país vizinho.

"A minha ida à África Sul, trouxe-me bons resultados, porque estou neste momento a fechar um contrato, para prosseguir com a comercialização da minha marca naquele mercado. Para mim, é uma honra e é bastante gratificante, por isso, quero agradecer aos meus familiares, amigos e parceiros, que me têm acompanhado nesta caminhada, ao longo destes anos todos", concluiu.