Nem tudo o que envolve um casamento são rosas e numa primeira parte é muito importante falar acerca dos custos que este vai trazer. Antes de passar às coisas mais comuns, é preciso que saiba organizar-se e fazer um orçamento com um valor que pretende gastar e o que pode incluir nele. Tenha em conta os seguintes passos e estipule as suas prioridades para o grande dia.

Ser realista

Esta é a regra de ouro para começar o seu planeamento. Mantenha os pés assentes na terra e veja quanto dinheiro pode despender para o evento. Se forem os próprios noivos a pagar o casamento devem analisar bem as poupanças, ou então, falar abertamente com os pais ou a família que vai ajudar. Em ambos os casos devem ser realistas e evitar sonhar mais alto do é possível.

Estipular prioridades

Primeiro devem concentrar-se no que realmente é importante e só depois, se ainda tiverem budget disponível, avançarem para outros pontos.

Tipo de casamento, convidados e o local

O passo seguinte é definir que tipo de casamento estão a pensar fazer, será um casamento civil ou religioso? Quantos convidados estão a pensar ter? Onde e quando gostariam que fosse a cerimónia? E a festa? Querem almoço, jantar ou um encontro com amigos mais próximos? Vão alugar um espaço, um quinta ou um hotel? Querem fazer em casa própria ou de um familiar? Todas estas e outras questões devem ser questionadas e respondidas para a partir dai se poder começar a definir o budget de cada área.

Check List

Mantenha sempre a organização e faça listas para registar tudo o que precisa. Há várias aplicações eletrónicas disponíveis para ajudar a organizar as check list deste tipo de evento, no entanto, pode utilizar um caderno onde anota tudo ou o computador. Registe sempre todos os gastos que está a pensar ter e que teve, para conseguir manter o orçamento estipulado.

Gestão do budget

Para o ajudar na gestão do budget há um rácio que pode ter um consideração: 50% do seu orçamento deve ser para a cerimónia, ou seja, aluguer do espaço, animação, decoração, catering, etc. No caso de, por exemplo, aluguer de uma quinta este é o valor que normalmente orçamentam por convidado. Neste ponto deve adaptar o seu budget consoante o número de convidados. Os restantes 50% devem ser para os restantes serviços, tais como: convites, lembranças, alianças, cabelo e maquilhagem, vestido de noiva e fato do noivo, documentação necessária, entre outros. Devem ter também uma margem de 10% a 20% do total do orçamento para qualquer inconveniente ou gasto inesperado.

Como dica final, podemos sugerir que mantenha sempre a calma e a tranquilidade, o que não vai ser nada fácil. O importante é pensar que todos estes detalhes devem estar pensados com antecedência para que no dia do seu casamento não tenha surpresas e consiga usufruir ao máximo da emoção e felicidade que vai estar a sentir.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.