A testosterona injectável poderá vir a transformar-se num contraceptivo masculino eficaz. Investigadores chineses injectaram, durante um mês, 1.045 homens férteis e saudáveis com uma fórmula à base de testosterona.

Os resultados, divulgados no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, demonstraram uma taxa de fracasso de apenas 1,1 por 100 homens, durante um período de 24 meses, resultado considerado muito bom, já que nenhum contraceptivo existente é 100% eficaz.

Não foram observados efeitos secundários severos e, após deixar o tratamento, quase todos os voluntários voltaram a ter uma função reprodutiva normal. São necessários ainda novos testes de segurança, mas caso se confirmem os bons resultados, o tratamento poderá estar disponível dentro de cinco anos, garantem os investigadores.

A responsabilidade editorial e científica desta informação é da revista


Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.