Dois cidadãos espanhóis da mesma família contraíram dengue em Espanha e tiveram já alta do hospital, confirmaram fontes do ministério da Saúde, mas os casos podem ser três, com mais uma pessoa com sintomas e ainda sem confirmação.

Os três casos abrangem pessoas da mesma família, que estiveram em municípios da província de Cádiz e Murcia durante o período em que poderão ter contraído a infeção, segundo as mesmas fontes citadas pela à agência Efe.

O dengue é uma doença produzida por um vírus (flavivirus) que geralmente tem efeitos ligeiros e que se transmite por picada de mosquitos infetados, e não de pessoa a pessoa.

Pessoas infetadas não saíram do país

Entre os infetados, dois deles já com alta hospitalar, dois residem em Murcia e outro, uma mulher de quem ainda se aguardam os resultados, na Comunidade de Madrid.

O Centro nacional de Microbiologia do Instituto de Saúde Carlos III confirmou na passada quinta-feira dois casos de infeção por vírus dengue em adultos residentes em Espanha e que não tinham viajado para zonas de risco.

As três pessoas que começaram a padecer de sintomas na segunda quinzena de agosto evoluíram de forma favorável "e atualmente estão de boa saúde".

O único vetor que pode transmitir o vírus em Espanha é o 'Aedes albopictus' (mosquito tigre), muito propagado em Espanha, particularmente no litoral mediterrânico.