Alguns valorizam os funcionários e outros espezinham-nos. Penny Thornton, astróloga, radialista e escritora, autora do livro "Astrologia no local de trabalho - O guia do zodíaco para criar excelentes relações profissionais", publicado em Portugal pela Marcador Editora, que chegou a trabalhar com a princesa Diana de Gales, em Inglaterra, aponta as características mais marcantes. Descubra como são os chefes de cada signo.

O chefe carneiro

Atingir o topo da hierarquia é uma das suas ambições. "Este indivíduo aspira a posições de poder e autoridade e, de uma maneira ou de outra, geralmente chega ao topo", afirma Penny Thornton. "Isto não faz necessariamente com que os carneiros sejam bons líderes, mas eles sabem tomar decisões. Não são dados a hesitações", sublinha a astróloga. "São excelentes empreendedores", elogia a escritora inglesa.

"Dando-lhes o tempo e as experiências humilhantes suficientes, podem cumprir a sua forma de liderança de uma forma bastante espetacular", considera Penny Thornton. "Estes chefes não embarcam em discussões intermináveis nas salas de reuniões. Com eles, as reuniões são curtas", assegura a especialista. Enquanto chefias, os carneiros não gostam "de fazer o que lhes mandam nem de ouvir conselhos", diz.

O chefe touro

Ao contrário do que sucede com alguns dos outros signos, os nativos de touro não têm vida para correr. "O taurino não tem pressa. Seja um almoço de negócios ou uma discussão na sala da direção, vai demorar o seu tenpo", avisa Penny Thornton. "É improvável que o chefe touro transmita uma imagem de sucesso empresarial. Ele parecerá despretencioso e nada ameaçador", assegura mesmo a astróloga.

"O local de trabalho será tudo menos ostensivo, embora seja agravável", ressalta contudo a escritora, que aconselha os que querem cativar este tipo de chefia a conquistá-los pelo estômago. "Se precisar de causar uma boa impressão, leve um doce para uma reunião. Os taurinos são os gulosos do zodíaco", justifica. "Estes chefes de um signo de terra conseguem sempre o que querem", acrescenta ainda a especialista.

O chefe gémeos

Não se deixe levar pelas aparências. "O primeiro encontro com um chefe gémeos é enganosamente agradável", alerta a astróloga. "O senhor e a senhora gémeos são informais, amigáveis, inquisitivos e charmosos. Quem se deixar levar, será por sua conta e risco. Escondidas entre as anedotas e os comentários divertidos, estarão perguntas fatais destinadas a fazer-nos revelar aspetos de nós mesmos", diz.

"Aspetos da nossa história que gostaríamos de manter em sigilo", ressalva. "Os geminianos são brilhantes conversadores", justifica. "Estão abertos a novas ideias e a conceitos inovadores. Encorajam ativamente o diálogo aberto entre funcionários e superiores, embora na maioria dos espaços administrados por gémeos se torne difícil saber quem é quem. As hierarquias não agradam aos mercurianos", refere.

O chefe caranguejo

O empresário britânico Richard Branson é, na opinião de Penny Thornton, um dos que melhor incorpora o espírito destes líderes. "Está longe de ser um indivíduo tímido mas, apesar da sua figura elegante e temerária, é um homem preocupado, consciencioso e compassivo", enaltece. "Depois de nos contratar, zelará por nós, estará presente nos nossos dias menos bons", assegura a astróloga inglesa.

A tranquilidade que exibe pode ser, contudo, aparente. "Sob aquele exterior composto, estará a fervilhar um caldeirão de emoções", avisa. "O chefe caranguejo é extremamente sensível. A menor observação pode ser retirada do contexto, analisada e considerada um sinal de rejeição iminente [mas] não daremos por isso, é claro. Ele continuará a sorrir e a tratar dos negócios", adverte ainda a radialista.

O chefe leão

O luxo e as elites fascinam os líderes deste signo. "Os chefes leão não sabem o que é a classe económica. Para eles, é sempre em executiva ou, melhor ainda, em primeiríssima classe. Para o leão, a extravagância é uma coisa natural", descreve Penny Thornton. "Os leões administram uma empresa como um estado soberano. Acreditam em hierarquias e formalidades, em regras, regulamentos e tradição", refere.

"Os leões nasceram para governar. Eles gostam de estar no comando", sublinha a especialista britânica. Para além de gostarem de estar "rodeados de gente positiva, de equipas enérgicas e sorridentes", não têm, todavia, paciência para aturar coitadinhos. "Este signo tem um total menosprezo pela fraqueza ou infelicidade e é por isso que nunca é uma boa ideia despertar a piedade [deste chefe]", adverte.

O chefe virgem

A competência e o profissionalismo podem fazer deles chefes mas, lá no fundo, essa está longe de ser uma das suas maiores ambições. "O virginiano não se sente confortável no lugar da liderança, sendo muito mais feliz se estiver um passo atrás", sublinha Penny Thornton. "Não foi feito para dar ordens nem para inspirar medo e temor na equipa. Os virginianos lideram pelo exemplo", esclarece.

"Preferem uma cooperativa a uma corporação. Mantêm as coisas simples", afiança. Ainda assim, há momentos em que as tornam complicadas. "A humildade pode ser um atributo do virgem mas a capacidade de admitir erros não é fácil para este signo", alerta a astróloga. Até porque não estão habituados a cometê-los. "Fazem tudo de acordo com as suas melhores capacidades. São irrepreensíveis", elogia.

O chefe balança

São dos mais zen e não é raro terem flores naturais a decorar-lhes os escritórios. "Estes chefes regidos por Vénus acreditam que, mesmo que os negócios possam tornar-se sujos, isso não quer dizer que o ambiente à sua volta seja desleixado", sublinha Penny Thornton, que enaltece a "aura de atração" que, por norma, possuem. "Na presença deles, sentimos que somos o membro mais valioso da equipa", refere.

"O problema é que o que o [chefe] balança diz e o que depois acontece pode ser bem diferente", adverte a astróloga. A culpa pode ser do (muito) tempo que demoram a pensar nas coisas. "Idealmente, precisam de um período de meditação silenciosa antes de se decidir e não devemos apressá-los", esclarece a astróloga. No trabalho, gostam de ordem. "Não consegue prosperar num ambiente desarmonioso", diz.

O chefe escorpião

Admira a coragem e não vira costas a um desafio. "Se lhes der a impressão que é uma pessoa submissa e doce, nunca passará no [seu] teste", previne Penny Thornton. "Faça-lhes frente, prove-lhes que tem o que é preciso", aconselha. Lidar com eles é um desafio constante. "Como todos os chefes de signos de água, a fachada que eles apresentam não revela em nada o que realmente estão a pensar", afirma.

"Os escorpiões adoram enganar. O seu passatempo é tecer teias para nos enredar", avisa. "Uma discussão amistosa e encantadora pode desmentir a sua intenção de nos demitir, enquanto que uma dura troca de palavras pode preceder uma promoção", insiste. "Este chefe esforçar-se-à para saber tudo a nosso respeito. Os nossos segredos mais profundos e sombrios não estarão seguros", afiança a astróloga.

O chefe sagitário

Pode até nem apreciar as artes circenses mas, na hora de liderar, é nelas que se inspira. "O chefe sagitário tende a administrar a sua empresa como um circo. A sua equipa tem um elenco de personagens diversas e ele é o mestre de cerimónias. Haverá dias de muita palhaçada, dias em que se dão acontecimentos assustadores e dias em que o circo para por causa de circunstâncias imprevistas", adverte Penny Thornton.

"Para eles, a burocracia é extremamente irritante", sublinha a astróloga. "Estes centauros celestes são acessíveis e amigáveis. Gostam de estar envolvidos em tudo e mostram-se tão disponíveis para os funcionários do degrau mais abaixo da escada empresarial como para os que estão no topo", assegura. "Veem o potencial de uma ideia e são capazes de inspirar os outros a acreditar nela também", acrescenta ainda.

O chefe capricórnio

Não precisam de ser altos e espadaúdos para se conseguirem impor porque transmitem "poder e força", aponta Penny Thornton. "Os chefes capricórnio impõem respeito. Instintivamente, sabemos que não nos devemos meter com eles", afirma a astróloga britânica. "A primeira coisa a ter presente sobre um chefe saturniano é que ele precisou de muito tempo para chegar ao cargo mais alto", sublinha a especialista.

A explicação é simples. "A cabra celeste dá mais importância ao trabalho consciente e consciencioso do que aos resultados", refere. "Se conseguem ver potencial num funcionário, esperam pacientemente até que essa promessa seja cumprida", afiança. "Em todas as desgraças que podem acontecer a um capricórnio, a humilhação está perto do topo da lista. Nunca faça nada que possa envergonhar este chefe", avisa.

O chefe aquário

É um dos mais manipuladores do zodíaco. "O aquariano gosta de brincar com a nossa mente", desabafa Penny Thornton. "Os chefes uranianos não têm funcionários mas, sim, amigos que, por acaso, trabalham para eles. Podem já estar presentes quando chegamos cedo para trabalhar ou podem aparecer [só] às quatro da tarde. A porta do escritório estará sempre aberta e haverá um fluxo constante de gente", assegura.

Neste mundo de informalidade, não existe, por norma, grande margem para regras definidas nem para horários pré-estabelecidos. "Esqueçam os intervalos para o almoço ou chegar a casa a tempo", avisa. A dedicação ao trabalho acaba por repercutir-se nos resultados na maioria dos casos. "Neste tipo de mundo aquariano, irão nascer ideias revolucionárias que farão da empresa uma líder de mercado", garante.

O chefe peixes

Tendem a ser os que menos atingem posições de relevo. "Peixes e poder raramente se encontram na mesma frase", afirma a astróloga. "Estes indivíduos não procuram altos cargos. São eles que vão ter com eles", assegura. Lá chegados, gostam de fazer perguntas para saber o porquê das coisas. "O típico chefe peixes não se preocupa com as aparências, preocupa-se com os significados", prossegue Penny Thornton.

Ainda assim, paradoxalmente, na hora de dar justificações, fecham-se em copas. "Os piscianos são propensos a esquivar-se de conversas difíceis", elucida a astróloga. "Todavia, este chefe é um bom ouvinte e prestará a devida atenção às nossas ideias, opiniões, reclamações e preocupações", garante. "Todos os chefes peixe precisam de um carrasco, um polícia mau para eles fazerem de polícia bom", adverte, contudo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.