Na semana passada, o presidente Obama assinou uma lei que obriga os edifícios públicos a terem um muda-fraldas nas casas de banho dos homens, intitulada “Bathrooms Accessible in Every Situation Act”. Mas um restaurante de uma cadeia privada, por exemplo, não está obrigado a ter um muda-fraldas.

Por edifícios públicos, entenda-se edifícios federais, estações de correios, tribunais, centros de registo, centros de teletrabalho, armazéns, entre outros.

No entanto, esta lei coloca os pais como cuidadores principais, o que não acontecia até agora. É de esperar também que esta lei possa impulsionar uma melhoria na licença parental.

Curiosamente, o ator Ashton Kutcher já se tinha pronunciado sobre este lei nas redes sociais. Em março do ano passado, o ator veio a público reclamar por um muda fraldas nas casas de banho masculinas, iniciando mais tarde uma petição online em Change.org petition.
Na página da petição, o ator afirmava: "Estamos em 2015, as famílias são mais diversas, e é uma injustiça assumir que mudar a fralda a um bebé é um trabalho exclusivo das mulheres".

A lei foi assinada no passado dia 7 de outubro e terá de ser implementada num prazo máximo de um ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.